Fotografia

Em uma fotografia é possível registrar momentos únicos vividos apenas pelos protagonistas da imagem. Toda a tentativa de reconstruir a emoção sentida naquele momento é em vão. Nada pode ser feito para transparecer e conhecer o que está por trás de uma imagem. Assim como um pintor não pinta o mesmo quadro duas vezes, uma foto não registra o mesmo sentimento duas vezes.

Na busca frenética por imagens cada vez mais bonitas, filtros que destaquem alguma particularidade especial, registros únicos para mostrar aos demais, esquecemos muitas vezes de viver aquele momento único que jamais irá se repetir. Para alguns, as fotos espontâneas são as mais bonitas, captam o melhor da essência de uma pessoa, aquele sorriso que se ensaiado não sai o mesmo, aquele brilho nos olhos que cativa, aquele gesto natural de jogar os cabelos.

As fotografias ativam lembranças e com elas é possível viajar no tempo. No mesmo instante passamos a dizer: “- Como passa rápido” ou, ainda, “- Parece que foi um dia desses”. Desejamos sentir e viver tudo aquilo novamente. Essa magia interliga dois pontos distantes no espaço e de algum modo faz com que os velhos se sintam mais novos, os casais se lembrem dos sorrisos e olhares apaixonados e, torna os sonhos mais vivos!

O que vai ficar na fotografia são os laços invisíveis que havia…

Música: Fotografia (leoni)

Aqui vale lembrar àquela máxima repetida desde sempre: “Uma imagem vale mais do que mil palavras”. A imagem, seja ela em papel ou, uma lembrança guardada na memória funciona como se fosse um livro ou, filme, tem início, meio, fim, personagens e, enredo. Algumas vezes precisam de explicação ou, não, simplesmente podemos deixar que cada um interprete a sua maneira. O ato de fotografar exige um olhar apurado para que seja possível registrar lembranças e sentimentos que nos lembrem de quem somos sempre que preciso.

“Foi um prazer tocar com vocês esta noite!”

O que nós mais fazemos ao longo de nossas vidas?

Muitas vezes não nos damos conta mas cada encontro proporcionado nos nossos dias carrega consigo uma despedida. Ainda que breve, de um dia ou dois, mas ainda assim, uma despedida. Temos consciência da importância em tratar bem a quem amamos pois, afinal, sempre pode ser a última vez que estaremos juntos e, mesmo assim, nunca estamos prontos para nos despedirmos, desde o até logo de uma simples conversa até mesmo, à despedida que separa dois corações e os entrega à saudade.

Precisamos entender que a morte faz parte da vida. Pode ser difícil aceitar isso mas, por exemplo, da mesma maneira que um atleta ao correr uma maratona inteira deseja cruzar a linha de chegada, o mesmo acontece quando temos uma boa vida, passamos a desejar chegar ao final. Somente através da morte poderemos ser eternos. Leonardo da Vinci dizia: “- Que o teu trabalho seja perfeito para que, mesmo depois da tua morte, ele permaneça”. Talvez a morte seja a mais dolorosa das despedidas.

foi um prazer
Foi um prazer, sempre é!

Todos os “até mais” são despedidas e carregam muito mais que um simples até logo. Contém todo um agradecimento por uma troca de experiências que nunca mais irá se repetir. Momentos melhores ou piores, talvez, mas igual àquela conversa, àquela troca de olhares, àqueles minutos no qual não se esperava muito mais e que continha alegrias e sentimentos só descobertos a partir daquele instante, são únicos. Toda essa troca de energia possibilita um aprendizado mútuo e a soma deles nos faz uma pessoa melhor. Carregamos um pouco do outro em nós e passamos adiante, tornando-os eternos.

As despedidas encerram um ciclo e possibilitam a criação de outro ainda maior e mais intenso, cheio de alegrias e mistérios a serem descobertos. Após uma despedida feita, nada é mais forte do que a vontade do reencontro ainda que seja só uma expectativa. Cada despedida feita por nós sempre deve ser emocionante, bonita e cheia de significado, igual à frase dita pelo maestro: “Cavalheiros, foi um prazer tocar com vocês esta noite!”.

Pessoas

Tem uma música do Roberto Carlos que é mais ou menos assim: “eu quero ter um milhão de amigos, e bem mais forte poder cantar…” Será que é possível conhecer tudo isso de pessoas numa vida?

pessoas
Pessoas

Não me lembro da primeira vez que escutei esta música, mas lembro bem que foi a partir deste trecho que me veio a vontade de ter um milhão de amigos. Ainda não consegui tudo isso, nem sequer metade, mas estou no caminho…

Não nos damos conta das pessoas que estão ao nosso redor, dos amigos de profissão, colegas de classe na escola ou faculdade, vizinhos de rua ou, pessoas que conhecemos no mesmo bairro… Tem ainda os amigos dos amigos que começam a fazer parte da nossa vida, minimamente que seja, mas deixam uma marca com sua alegria, jeito de ser e se divertir, forma como dançam quando estão levemente alterados, enfim, de qualquer maneira =)

Uma simples tarde que passamos juntos dessas pessoas nos revigora, nos deixa mais alegres, divertidos, felizes, e é suficiente. Um dia tudo isso acaba, pelas circunstâncias do tempo, trabalho, término (natural ou forçado), interesses diferentes e, cada um vai seguir o seu caminho. Quando esse dia chega só nos resta olhar para trás e relembrar dos momentos felizes ao lado dessas pessoas.

“Pessoas são como estrelas, ainda que elas morram, o seu brilho permanece entre nós!”

Autor desconhecido

Ainda que alguém tenha feito você sofrer e não queira ver essa pessoa nem pintada de ouro, esqueça! É o mesmo que tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra, só fará mal à você! Como não levamos nada de material mesmo, procure lembrar dos bons momentos, você será uma pessoa mais feliz agindo assim!